segunda-feira, 11 de novembro de 2013

VOA MINHA POESIA de Eugénio de Sá



Voa, minha poesia

Eugénio de Sá


Voa minha poesia, de lirismo plena
cruza dos horizontes a lonjura
leva d'Erato exemplo da doçura
que aos olhos que te lerem seja amena.

Voa minha poesia, sobre os mares
sobre a terra dos cinco continentes
leva de mim amor a tantas gentes
quantas merecerem o que vai plos ares.

Voa minha poesia, que a virtude
que possas ter no que de mim exprimes
leve amor, leve paz, leve quietude...

E aos que te receberem,  que os sublimes
que lhes dotes a vida d' atitude
que os faça acreditar que tu redimes.


Sintra - Novembro 2013
 Veja também em vídeo numa bela formatação do amigo Dorival Campanelle



Um comentário:

ACROSTICOS DA ANGELICA disse...

V ejo ela chegando
O amor vem trazendo
A ssim já estou vendo

M ultiplicar os versos
I nstalar a paz
N o universo e
H armonia no que ela trás
A ssim tua poesia contagia

P ara encantar os corações
O uvindo em tua bela voz
E sentir toda a emoção
S erenando o dia
I rrigando de bençãos
A plaudo, pois só o bem
dela emana.

Angélica Gouvea